Curso de Nutrição e Gastronomia

Dia da Alimentação e Nutrição

       31 de março, é o Dia Nacional da Saúde e Nutrição. A data vale para lembrar que a alimentação, essencial a qualquer ser vivo, é muito mais do que o simples ato de comer. Os hábitos alimentares adequados contribuem para o combate a enfermidades não transmissíveis. Como conseqüência da industrialização e da urbanização das cidades nos últimos anos, o perfil de saúde da população brasileira mudou. As condições de vida melhoraram e as pessoas estão vivendo mais. Mas ajustes na alimentação são necessários, para a manutenção da saúde de uma população que faz mais coisas ao mesmo tempo, envelhece mais e está sujeita a diversas situações de pressão e estresse no cotidiano.


Consulte o Nutricionista.

Alimentando seu Filho


O Que a obesidade tem a ver com a desnutrição?


Consulte o Nutricionista.

Saiba mais Sobre a Anemia e a falta de Nutrientes

A anemia surge quando o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal, em decorrência da falta de um ou mais nutrientes essenciais (ferro, zinco, ácido fólico B6, vitamina B12 e proteínas). No entanto, na maioria dos casos é ocasionada pela deficiência de ferro na alimentação e  provoca cansaço, palidez, falta de apetite e dificuldade de aprendizagem, além de provocar outras doenças.

Prevenindo Anemia:

1.  Amamente seu filho. Para os bebês o leite materno é considerado um alimento muito importante contra a anemia  por deficiência de ferro. 
2.  Prefira alimentos ricos em ferro (carnes vermelhas, principalmente fígado, rim, coração, peixes e leites enriquecidos com ferro).
3.  Entre os alimentos de origem vegetal, prefira os folhosos verde escuros (exceto espinafre) como agrião, couve, cheiro-verde, taioba, as leguminosas (feijões, fava, grão-de-bico, ervilha, 
lentilha), grãos integrais ou enriquecidos, nozes e castanhas, melado de cana-de-açúcar, rapadura e açúcar mascavo.
4.  Associe o consumo das hortaliças acima com as frutas ricas em vitaminas C (caju, goiaba, laranja, kiwi, mexerica, acerola, limão) para melhorar a absorção do ferro nelas contido.
5.  Como sobremesa dê preferência para as frutas.
6.  Procure beber água nos intervalos das refeições


Anemia e a falta de Nutrientes
Consulte o Nutricionista!


Fonte: http://www.cfn.org.br



Diabetes, o que o Nutricionista faz por você!


Diabetes é uma síndrome decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade da insulina de exercer adequadamente seus efeitos no corpo. Ainda não tem cura, mas a evolução das ciências biomédicas trouxe alternativas para que o portador de diabetes possa viver  normalmente e a alimentação adequada e saudável é uma das principais formas de controle da doença. 

Dicas para melhorar sua qualidade de vida:

1. Organize os horários de sua alimentação (ideal a cada três horas) assim 
você evitará a hipoglicemia (queda do nível de açúcar no sangue).
2. Evite o excesso de alimentos, principalmente daqueles que são fontes 
de carboidratos (arroz, farinhas, pães, bolachas, massas e etc.), para 
evitar a hiperglicemia (aumento do nível de açúcar no sangue).
3. Inclua diariamente verduras e frutas em sua alimentação, pois são fontes 
de fibras, vitaminas e sais minerais e possuem baixo valor calórico.
4. Leia sempre os rótulos dos produtos industrializados (diet e light), 
pois às vezes não contém açúcar, mas podem conter alto teor de 
gorduras prejudiciais a sua saúde.
5. Fuja da obesidade, pratique atividade física regularmente.
6. Elimine o fumo.
7. Tenha hábitos alimentares saudáveis e adequados às suas necessidades. 


Principais sintomas de Diabetes: 


Consulte o Nutricionista!


Fonte: www.cfn.org.br

Chegou o Outono!


     

Dia 20 de março inicia-se o outuno.O clima começa a esfriar, como se fosse uma preparação para o inverno, deixando a estação mais quente, o verão para trás, dando inicio a um ar mais gelado e seco, com o sol mais fraco, folhas de arvores no chão, e mais amareladas também, o nosso guarda roupa muda de roupas leves e frescas do verão, para casacos mais quentes, botas, a moda se supera a cada estação e a outono/inverno é a mais esperada, são essas as características do outono, que antecede o inverno.

Como tornar esses dias de frio, mais animados, menos preguiçosos, que da vontade de ficar só em casa de baixo dos cobertores, uma época muito calórica. As pessoas mudam de habito, passam a freqüentar lugares fechados, aumentando o risco de epidemias de gripe, trazendo problemas para a pele também, ela resseca muito mais nas épocas de frio do que no calor, a umidade do ar diminui, por isso temos que evitar tomar aqueles banhos super quentes, e deixar a pele sempre muito hidratada, abusando dos óleos corporais, que ajudam a pele a manter a umidade.

A alimentação deve ser rica em legumes , verduras, frutas, e muita água, beber muito liquido muito importante para manter o corpo hidratado por inteiro, sucos naturais e chás, para variar. Não deixe de se exercitar, pois é nessa época que se consome mais calorias e também é a que mais gasta, com o frio o corpo produz mais energia para se manter aquecido por isso que comemos mais, antes de qualquer exercício o mais importante é o alongamento, as articulações ficam frias, por isso o ideal é se aquecer antes de exercícios.
     
É no outono também que começa a fase dos alimentos bem quentes, para esquentar o corpo. É nesse momento que se consome muita sopa. Elas são excelentes para a saúde. Principalmente aquelas com muitas verduras e legumes.
Outros alimentos bem-vindos para essa época do ano são alho, arroz integral, cebola, cenoura, couve-flor, damasco, gengibre, inhame, maçã, pera e repolho. Eles fazem bem para o funcionamento dos pulmões e do intestino. Use sua imaginação para preparar cada um deles da melhor maneira.







SAL o vilão da sua saúde



A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) ou “pressão alta” significa que a pressão arterial está acima do normal (superior a 140x90mmHg) e ocorre quando o sangue exerce muita força sobre as paredes dos vasos sanguíneos.
A hipertensão é considerada um problema de saúde pública por sua magnitude, risco e dificuldades no seu controle. É também conhecida como um dos mais importantes fatores de risco para o desenvolvimento do acidente vascular cerebral e infarto do miocárdio. 
As causas da hipertensão são advindas de vários fatores como, por exemplo, o sedentarismo, o estresse, o tabagismo, o envelhecimento, a história familiar, a raça, o gênero, o peso e os fatores dietéticos.
A alimentação adequada é um importante para o paciente com HAS, pois existem alimentos que são responsáveis por fazer a pressão subir como, os enlatados, conservas, salgadinhos em geral, alimentos que contém cafeína, salgadinhos de pacote, queijos salgados (prato, provolone, parmesão, mussarela, etc.), frios (presunto, salame, copa, mortadela, etc.), embutidos (lingüiças e salsichas), temperos, sopas e molhos prontos industrializados que são ricos em sódio.
Algumas dicas são importantes para evitar e controlar a hipertensão, como: 
  •  Manutenção do peso ideal: o sobrepeso aumenta e dificulta o esforço do coração para conseguir bombear o sangue; 
  •   Fazer atividade física;
  •  Reduzir o sal;
  •  Alimentação balanceada com acompanhamento nutricional;
  • Tomar os medicamentos corretamente;
  •   Controlar suas emoções;
  • Fazer os exames médicos regularmente;
    
 A alimentação do paciente hipertenso deve ser balanceada, com acompanhamento nutricional. Não há necessidade de abolir o sal da alimentação, mas deve ser controlado. Não utilize o saleiro a mesa, a quantidade máxima de sal é de 6 gramas/dia (2 gramas estão contidos naturalmente nos alimentos e os outros 4 gramas serão usados no preparo da alimentação).


A era do computador


Com a avolução dos computadores a alimentação também tem suas mudanças, prejudicando a saúde das pessoas.
Pense nisso!

Saiba Mais Sobre: Intolerância a Lactose

Bom para Começar, vamos entender qual a diferença entre alergia e intolerância à lactose (açúcar presente no leite).
No caso da alergia, o sistema imunológico reage às proteínas que estão presentes no leite de vaca, ou seja, o organismo pensa que essa proteína é um corpo estranho que precisa ser combatido e produz anticorpos que irão reagir à presença dessas proteínas no corpo, desencadeando reações alérgicas, tais como: diarréia, edema de glote, urticária e febre.
No caso da intolerância ao leite, ocorre uma impossibilidade do organismo de digerir a lactose devido à deficiência ou da falta da enzima lactase, que serve para digerir a lactose, ocasionando diversos sintomas, onde a diarreia é um dos mais comuns nesse tipo de caso.
De acordo com a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) a intolerância pode acontecer a qualquer momento, desde a infância, podendo se agravar na vida adulta. No caso da alergia, depende de uma predisposição genética ou hereditária, ou mesmo ambiental.

Intolerância a Lactose


Quantas calorias tem na sua bebida?

Quantas Calorias tem na Bebida

Lei define que somente Nutricionistas podem interferir na alimentação

Apenas Nutricionistas podem orientar na Alimentação das pessoas.

LEI N...º 8.234, DE 17 DE SETEMBRO DE 1991

Art. 3º. São Atividades privativas dos nutricionistas:

VIII - assistência dietoterápica hospitalar, ambulatorial e a nível de consultórios de nutrição e dietética, prescrevendo, planejando, analisando, supervisionando e avaliando dietas para enfermos.
Portanto, se você achar algum outro prof
issional, qualquer um, seja médico, enfermeiro, fisioterapeuta, educador físico... prescrevendo dietas, por favor denunciem.
Apenas o NUTRICIONISTA tem formação e conhecimento suficiente para interferir na alimentação de qualquer indivíduo, sem prejudicar sua saúde.

Alimentação é coisa séria pessoal.

Também não confie sua saúde totalmente a sites e revistas. Eles precisam de dinheiro, e não do seu bem estar !! 

Alimentos

O Nutricionista

"O nutricionista é um profissional de saúde com formação generalista, humanista e crítica. Está capacitado para atuar visando à segurança alimentar e à atenção dietética, em todas as áreas do conhecimento em que a alimentação e nutrição se apresentem fundamentais para a promoção, manutenção e recuperação da saúde e para a prevenção de doenças de indivíduos ou grupos populacionais. Sua atuação contribui para a melhoria da qualidade de vida e deve ser pautada em princípios éticos, com reflexões sobre a realidade econômica, política, social e cultural do país"